.

..

segunda-feira, novembro 21, 2005

 

Það Besta Sem Guð Hefur Skapað

Há tanta inspiração ao vermos alguém fazer algo melhor que qualquer outra pessoa no mundo.
Devias ter estado lá, terias adorado. Em cima, claro, porque em baixo estava demasiado calor, demasiada nuvem de fumo de cigarro, demasiado cheiro a transpiração contacto humano pessoas incomodadas... Subimos para os camarotes no fim da primeira parte, entrámos para lá sem bilhete, foi fácil, e eu comecei a gostar sem nada ter começado ainda. Intervalo, havia um pano no palco, uma luz vermelha também, que desenhava os intrumentos no pano com a sombra. Só por si, era bonito, eu já me sentia bem.
Terias adorado. A gritaria de ver as sombras deles assim contra o pano, a encaixarem-se nos instrumentos, até começarem a tocar, qualquer coisa calma... lá de cima eu via a plateia, redonda. O rapaz ao meu lado disse-me que eram 4000 pessoas. Imenso calor. Ele disse-nos que tinha vindo de Braga, vê lá tu! Foi simpático, deixou-nos sentar no camarote dele, não pareceu nada incomodado hipócrita falso, nada.
Sabes como as pessoas mexem o corpo com a música? Quando a música é calma, balançam-se passam o peso de um pé para o outro, a cabeça deixa-se dançar um pouco também. Sabes? Na plateia em baixo, milhares de cabeças dançantes, deslizantes. Um rio de águas calmas, saturado de bolotas que boiam dançando com uma lenta aragem. Aqui e ali, um ponto de luz azul, enfim o público dos dias modernos. Deixa-me olhar bem... um nokia 6630, aquele mesmo aqui por baixo parece-me um Motorola daqueles modernos, outros espalhados pela multidão, iluminam 4 ou 5 cabeças, por um momento é bonito. Pontos, quase adimensionais, vermelhos incandescentes, o desrespeito do costume, devia haver alguém que impedisse as pessoas de fumar em sítios assim.
E os flashes, tornaram-se irritantes. De 3 em 3 segundos, pequenas explosões, aleatórias aqui e ali, dores de cabeça, o exagero, como se fotografias fossem assim tão importantes.
Sabias que ele, o que canta, usa o arco de um violino na guitarra eléctrica? Já te tinhas perguntado como é que eles faziam aquele som? Sabias que quem canta é um homem? São todos homens.
Há tanta inspiração ao vermos alguém fazer algo melhor que qualquer outra pessoa no mundo. Pensas em todas as maneiras que gostavas de ser criativo. Pensas "Talvez até vá escrever qualquer coisa no blogue... há tanto tempo que deixei aquilo ao abandono"... E sabes que amanhã a vida quotidiana engoliu tudo isso mas enquanto estás ali sentes-te confortável. Sabes que estão errados todos os que te disseram que ia ser uma seca.

Comentários:
Pela descrição fiquei com a impressão que foi a primeira vez que assististe a um concerto no Coliseu... É verdade?
 
Foi. Ele é um rookie, não gosta é de admitir. Putos.
 
Agora imagina-te lá no palco.sim tu,com um piano à frente ;)
 
sim sabia do arco e da voz masculina, vi-os em 2003 no coliseu ;)
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Agosto 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Janeiro 2009   Janeiro 2012  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]