.

..

sexta-feira, junho 17, 2005

 

Sobre isso dos assaltos

Só para avisar que vou usar muito o termo "preto" e que só quem quer é que se ofende. Afinal, também defino os brancos com o termo "branco", e também os pretos definem os brancos assim. A palavra em si, não tem nenhuima carga insultuosa.

Amanhã ou perto de amanhã vai haver uma manifestação anti-criminalidade em Lisboa. Infelizmente, diz-se que maioria dos protestantes serão skinheads, o que dará à manifestação uma conotação muito racista.
Acontece hoje que o racismo é uma atitude cada vez mais facilitada, e acho que é tanto culpa dos pretos como dos brancos. Não quero dizer que é uma regra, mas a verdade é que maior parte dos assaltantes são pretos. Falo por experiência própria, muita gente dirá o mesmo por experiência própria, e quem esteve atento ao telejornal quando noticiaram o "arrastão" na praia de carcavelos e ontem no comboio da linha de sintra, reparou que no primeiro caso eram todos pretos (embora as fotos não mostrassem os supostos 500) e nas filmagens do comboio da CP, o mesmo.
Já agora, não percebo porque é que a CP decidiu por cameras nos comboios. Agora, além de continuarem a assaltar como se o mundo fosse deles, os mitras aparecem no jornal da noite.
Mas o que quero dizer é que, se não querem ser mal vistos, os pretos deviam começar por dar uma boa imagem da própria raça. Porque há pretos bons, tanto como os brancos. Não há, que se saiba, nenhum gene que os leve a serem desordeiros desadaptados. Se não querem ser vítimas de atitudes racistas, não facilitem. Com tantas situações perigosas causadas por pretos, é estarem a pedir-nos para ser racistas.
Isto chateia-me, gostava que a manifestação fosse interpretada apenas como anti-xungaria e não fosse aproveitada para xenofobia. É preciso dar um tiro no joelho de cada um que invadir a liberdade do outro, seja preto ou branco, não me interessa. Tiro na rótula e pronto. Cansa andar pela cidade no estado alerta, a olhar em volta discretamente. Porque se decidir espancar um tipo que me assalte num caminho onde passo todos os dias, estou fodido no dia em que mais tarde me encontrar com ele e com o grupo no mesmo dia. Também não gosto de oferecer imediatamente o telemovel e a carteira (o que memso assim não me garante que me livre de porrada) portanto tento andar discreto, e isso cansa. O bem estar do homem depende da liberdade de se mover por onde quer, preocupar-se com o que se deve preocupar (ninguém se devia ter que preocupar com isto). E assim não dá.

Outra coisa a respeito de minorias é que são geralmente sensíveis demais. Tanto nós como eles podemos falar de brancos, mas quando se diz "preto", temos que olhar em volta para ver se ninguém se ofendeu. Se este blog fosse lido por muitas e variadas pessoas, algum preto se iria certamente ofender por o designar directamente por preto. Pior que isso, algum idiota anti-racismo ia achar ofensivo. Mesmo que fosse um idiota anti-racista branco.
Lá por terem sido escravos e alvo das coisas mais estúpidas, não significa que sejam irracionalmente e infundadamente hiper-sensíveis.

Ah outra coisa: eu e um pequeno (mesmo) grupo de pessoas vamos enviar um e-mail para a CP a perguntar para que servem as cameras de vigilância (para além de por os assaltantes no jornal da noite). Quem se sentir bem a fazer o mesmo, bom, já sabe que não é o único. Sugiro isto, com a motivação "Segurança de pessoas e bens".
Mas acho melhor repetir isto noutro post porque há aqueles que decidem não ler quando o post é muito grande.

Comentários:
Esta questão da criminalidade e do racismo é complicada, pk realmente ninguém nasce criminoso, mas mts à partida crescem predispostos para o crime. Este problema envolve muitos factores, como a não integração dos ditos pretos, factores sociais e económicos. Bairros complicados onde as escolhas são à partida mais reduzidas...
Vi no outro dia já n me recordo onde um estudo feito nos estados unidos k mostrava que nos estados onde era permitido o aborto,a criminalidade tinha reduzido. (Se não estiver aocntar bem isto, agradeço correcções). Supondo que quem é desejado, tem logo a partir do seu nascimento menos probabilidades de se tirnar num criminoso. É só uma coisa que faz pensar.. a mim fez...
***
 
mais idiotas que os anti racistas são aqueles gajos de cabeça rapada naquela manifestação sem sentido nenhum com aquela postura nazi que mete nojo.
se falares com alguem que viva em frança, ou melhor ainda, no luxemburgo, pergunta-lhe quem é que no pais deles anda de faca a assaltar os putos lá na escola e quem é que vive nos bairros sociais.não te admires se te disserem que grande parte são os portugueses. o que significa que lá, os pretos somos tu e eu. anti-racistas, mais do que idiotas, são pessoas que não teem a visão limitada para perceber porque é que os imigrantes e seus filhos que nascem já num bairro social tende para ser um criminoso.
e nós que nascemos todos num berço de ouro xamamos pretos aos criminosos e idiotas aos anti-racistas
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Agosto 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Janeiro 2009   Janeiro 2012  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]