.

..

sábado, outubro 30, 2004

 

O metro, aquele autêntico limbo...

Não é por acaso que os túneis do metro (túneis, e não as paragens) são escuros e não se vê a ponta de um corno lá para dentro. Para mim é óbvio: o metropolitano atravessa constantemente uma espécie de realidade alternativa e paralela à nossa em que as regras regentes do espaço e, consecutivamente, tempo não são as mesmas. Já viram Stargate? Bom, para os entendidos basta dizer que o metro de Lisboa viaja através de wormholes.
A verdade é que viajo do colégio militar até entrecampos e não sei de que direcção vim. Apanho o metro até ao oriente e nem sei a que distância estou de entrecampos.
Ou talvez seja eu que tenho muito mau sentido de orientação... nahh!
Mas porquê o custo dos portais inter-dimensionais em vez de um caminho de ferro com alimentação eléctrica que circulasse sob a cidade? Bom, o governo tem sempre outros propósitos ocultos...

Eles querem-nos transformar em autómatos, servos sem consciência.
XP

Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Agosto 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Janeiro 2009   Janeiro 2012  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]