.

..

segunda-feira, agosto 23, 2004

 

Continuando o post: Lá Fora

Se é verdade que mal entro no carro e parto de viagem, me surgem mil ideias que gostaria de escrever aqui, é no momento em que chego a casa e me sento nesta cadeira que dou comigo vazio. Porém, durante toda a semana não faltaram frases nem temas: eram mesmo uns atrás dos outros.
Isto leva-me a pensar que, em relação a ter ideias e a criar, esgotamos os sítios, os lugares onde nos encontramos. Durante a viagem ao norte, a terras onde nunca tinha posto os pés, fui extremamente mais produtivo do que sempre fui e sou aqui sentado em frente do computador. Aliás, a grande diferença é que lá fora foi produtivo e aqui não sou de todo. Viajar é, para mim, como um estimulante. Sitios novos produzem em mim ideias novas, e isto reflecte-se ainda noutros aspectos de mim, como a fotografia.

A escrita exige mais escrita. Escrever, o acto de escrever, exige continuidade.
Talvez seja essa a razão de viajar. A verdade é que viajo para escrever. Faço assim a minha aprendizagem de escritor. Aprendizagem lenta do movimento sinuoso do mundo.


Al Berto, in O Anjo Mudo

Detalhe: eu pouco viajo, mas a ideia não deixa de ser a mesma.

Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Agosto 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Janeiro 2009   Janeiro 2012  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]