.

..

terça-feira, julho 27, 2004

 

Amor de família.

É difícil situar o amor de família na escala dos vários tipos de amor de que o ser humano é capaz, mas é certo que é diferente do amor que se tem pelo amante, pelo marido, pela namorada. Amor à família é como o amor de gato.
Quantos são os que passam semanas fora e não sentem saudade da família? Claro que gostamos deles, da mãe e do pai, da avó até, mas passadas semanas sem os ver continua a não haver qualquer urgência, qualquer saudade invasiva ou depressiva. Por outro lado, quando pequeninos, não passamos sem a mamã. Isto é fácil explicar: quando somos pequenos a mamã é necessária. Cuida de nós até conseguirmos fazer tudo sozinhos. Depois deixa de ser útil. Continuamos a gostar dela, mas deixa de ser útil. Mesmo quando a mamã ou o papá são más pessoas, nunca na vida nos esquecemos que são pais e mães. É escusado fugir ao facto de que deram tudo por nós e, por serem presenças constantes na nossa vida, nos habituamos a eles. Mas veja-se o amante ou o namorado: é uma saudade sofrida, custosa. Uma espécie de amor de cão que, mesmo vendo o dono a viver de caixotes do lixo, se mantém fiel e companheiro.
A família é portanto como um amor de gato. Os gatos não gostam dos donos, mas da casa deles. Da comida deles, das festinhas deles. Do conforto e do abrigo ao frio ou à fome. Se a casa arde e o dono fica confinado aos caixotes do lixo, o gato procura um dono mais útil. A diferença para o amor de família (humano) é neste segundo ponto. Por uma questão de hábito, ninguém deixa a família numa situação má. Tanto por hábito como por amor, mas um amor criado a partir da utilidade.
(teoria muito provavelmente errada, facilmente refutável, e eu sei disso)

Comentários:
belo texto :D concordo plenamente...
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Junho 2004   Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Agosto 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Janeiro 2009   Janeiro 2012  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]